Atualizado 27/03/2019

Deinfra e Deter serão extintos com aprovação da reforma administrativa do governo

A proposta de reforma administrativa do Estado foi entregue na tarde desta segunda-feira pelo governador Moisés ao presidente da Alesc

Foto: Marco Favero / Agência RBS
Foto: Marco Favero / Agência RBS

Como era esperado, o Deinfra será mesmo extinto caso seja aprovada a reforma administrativa do governador Carlos Moisés da Silva (PSL).

 

    O órgão sucateado nos últimos anos será desfeito e sua estrutura anexada à Secretaria de Infraestrutura, que ganhará no nome a palavra Mobilidade.

 

    O mesmo acontecerá com o Deter. A regulamentação do transporte intermunicipal fica com a Aresc.

 

    Ressuscitada

 

    Quase extinta pelo ex-governador Eduardo Pinho Moreira (MDB), a Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande de Florianópolis (Suderf) foi mantida por Moisés na sua reforma.

 

    Ela terá cinco servidores e ficará vinculada à Casa Civil. O órgão é responsável por implantar o Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis (Plamus).

 

    Novidade

 

    A reforma traz a criação da Secretaria Executiva de Meio Ambiente (Sema).

 

    Ela estará dentro da estrutura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), comandada por Lucas Esmeraldino.

 

    O secretário de Meio Ambiente ainda não foi definido.

 

    Segundo Douglas Borba, chefe da Casa Civil, percebeu-se a necessidade da criação do órgão para relacionamento governamental com a União e outras entidades como o Ibama.

 

    Por isso, a Sema ficará com o trabalho relacionado à sustentabilidade dentro da SDE. O Instituto do Meio Ambiente (IMA) continua existindo.

Fonte: Diário Catarinense/ NSC Total
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções